História de amor-06


» Um amor de mentira!

Bom, tudo começou quando a vi pela primeira vez, ela era aluna minha de computação no começo era só atração física, mas nem eu mesmo sabia em que aquilo podia se tornar, ou em acabou se tornando.

Bem ela acabou virando amiga minha, conversávamos no curso e na rua quando a encontrava mas procura nunca dar bandeira sobre o que eu sentia pois sabia que ela não ia me dar moral, pq já tinha namorado, com o passar do tempo fui a conhecendo melhor e o sentimento foi alimentando.

Certa vez ela conversou comigo sobre seu namorado, ela estava confusa, tava gostando de outro mas não queria termina com seu namorado, tinha pena dizia ela, mas mau sabia ela que ter pena machuca mais do ser realmente sincera, na noite que ela me disse isso ela chorou na praça e eu estava abraçado com ela sentado no banco seu namorado viu e ficou puto da cara, queria até me dar uns tapa mas ele não era assim tão bobo de mexe comigo, não no começo, bem aquela noite acabei me apaixonando de vez por ela, mas como eu diria isso pra ela se ela me falava que estava gostando de outro cara e deixando o namorado dela na época..

Bem algum tempo se passou não me recordo o que aconteceu com o tal cara q ela tava afim,

Só sei que certo dia em um fim de semana, esta bêbado e ela aparaceu conversamos, e tal

Depois acabei falando de uma maneira idiota que queria fica com ela bem, ai começava uma história muito longa, daquele dia em dianta ela não saia mais da minha cabeça, todo dia toda hora todo minuto a cada estante lembrando daquele beijo com um gostinho de mel, e pimenta ao mesmo tempo, me deixa louco e fissurado ao mesmo tempo, a anos não sentia aquilo um beijo só que acabei descobrido que não estava apaixonado e sim estamo AMANDO, nossa achei que isso nunca mais iria acontece na minha vida, não depois de ter sofrido uma grande decepção amorosa anos atrás.

Bem ficamos varias vezes depois daquele dia, nossa quando eu a via com outros amigos, colegas sei lá oque eram morria de ciúmes. Até que um dia liguei pra ela no final da sua aula e a chamei pra ir ao uma festinha de aniversário, bem ela disse que não sabia se ia por causa do pai dela, mas acabou indo, nossa aquele dia eu estava mesmo louco de amor, foi quando eu a pedi em namoro e ela disse SIM, a vontade que eu tive de gritar bem alto para que todos ouvissem era EU TE AMO. Alto e claro como um estrondo do céu em dias de chuva de chegar assustar.

Daquele dia em diante eu era realmente feliz sem precisar beber, ou fazer coisas idiotas para que os outros rissem, eu estava mesmo feliz novamente, só que o problema era que eu tinha não sei se era vergonha ou medo de demonstrar todo aquele amor.

O tempo passando e ela foi começando a ficar estranha certos dias, eu ficava inseguro mas tinha medo de pedir oque era sendo que eu sabia que se fosse outro ela não iria me falar porque tinha pena dó sei lá já que isso já tinha acontecido com ela, fiz sim muitas besteras por influência de amigos ou porque eu estava bebabo mas fazia isso quando ela me deixava nervoso por algum motivo qualquer. E eu saia sem ela.

Coisa que me arrependo muito, o tempo passou foram brigas, discuções, intrigas varias coisas aconteceram, daí ela começava com umas conversa que eu queria termina e não sei oque, isso me dexava louco.

Até que um dia quando decidi que iria dar um tempo com ela, eu ia falar depois do Baile do Chopp que fomos juntos, só aquele dia minha vida irai mudar totalmente de rumo, ela me disse que desconfiava que estava grávida, nossa que susto que eu levei na hora, mas não era certeza.

O tempo foi passando e a mãe dela a levou fazer exame pra confirmar, bem foram alguns dias de ficar quase louco, mas ao mesmo tempo a felicidade tomava conta de me coração, nossa um filho era demais muito bom, mas pesava também nas conseqüências que isso traria, como sustentar, como educar, como seria tudo depois do nascimento.

Bem no dia do resultado, ela me ligou pra me dizer, ela chorava muito eu comecei a chora tambem mas ela me disse por telefone no começo entrei em desespero porque ela chorava demais, mas era tudo muito confuso misturava felicidade por ser pai com tristeza porque eu não sabia oque iria acontecer depois daquilo, tanto que o pai dela queria ir embora da cidade, e nem quis conversar comigo, fui na casa dela fala com ela, ela chorava demais e eu dizia que nunca iria abandonar ela nem o meu filho, mas não foi isso que acabou acontecendo, depois de um certo tempo ela começou a me deixar louco não me dechava fazer nada, sempre estava me dizendo que eu queria termina, sempre que discutíamos ela vinha com essa história, certo dia isso aconteceu denovo só que aquele dia eu estava muito nervoso por motivos pessoais, e não suportei ela me dizendo que eu queria termina então no impulso do nervoso falei “então ta se você quer termina e não consegue! Acabo” Deus do céu depois que eu disso isso me bateu um arrependimento tão grande que fiquei sem sabe oque fazer, e acabei fazendo o pior, sai fui bebe,l enchi a cara com os amigos e fiz bestera, fiquei com várias meninas, como se dizem no português, “biscate” mas tudo com raiva.

Há se eu pudesse mudar a história tantas e tantas vezes faria isso com certeza.

O tempo foi passando e eu sempre via ela mas era diferente me dava raiva e as vezes ódio de mim mesmo por oque eu fiz, queria muito chegar nela e dizer “me perdoa fiz bestera, me desculpa eu te amo e nunca mais quero sair de perto de você”, mas não faltava coragem pra ter a cara de pau de chegar nela e dizer tudo isso com medo da sua reação.

No fim da gravidez, no dia do parto eu fui lá no hospital teve um momento que eu queria morrer porque ela parecia estar com medo daquilo e eu também, queria segurar sua mão e dizer “calma vai ficar tudo bem eu estou aqui, nada de mal vai acontece eu te amo e vamos passar por isso juntos”, mas não eu como burro que fui não fiz isso, nem a capacidade de entrar na sala de parto com ela eu tive, me odeio por isso até, as vezes fico a imaginar como teria sido aquilo tudo se estivéssemos juntos, seu olhar, era o que mais me doía quando eu a olhava no hospital, bem ela entro na sala de parto e eu fiquei lá fora, ela me disse certa vez que foi rápido, mas pra mim pareceu uma eternidade, tava com medo do podia acontecer com ela e nosso filho, o tempo passava e nada, até que certa hora ouço o choro do neném, deus do céu que som maravilhoso pensei, mas e ela como está? A enfermeira trouxe o neném pra fora eu o vi tava na janela Deus que vontade de invadir aquela sala e ir até mas não, não tinha coragem e nem sabia como ela estava.

Eu sou um covarde mesmo não merecia o amor que ela tinha por mim oque eu fiz na gravidez dela não se faz com ninguém e eu sei que Lea me odeia por isso, porque certa vez falei pra ela que queria ter mais um, deus sua reação foi totalmente o que eu pensava ou imaginava, ela fico nervosa falou que nunca mais queria passa aquilo denovo, então eu fiquei mal demais, quando ouvi aquilo, só disfarcei pra ela não percebesse.

Bem um tempo depois comecei a trabalha na empresa que estou hoje, uma tarde ela entro na internet, e começamos a conversar, fomos nos acertando até que eu pedi pra gente volta no começo ela fico insegura, eu até entendo o porque, ms queria desejava muito que ela dissece que sim, até ela dizer que sim nossa, sai da empresa quase flutuando sem chão mesmo imaginando eu voltando a namorar com a pessoa que mais amei na vida em agora com mais um meu filho que amo mais ainda, foram bons tempos aqueles uns do melhores da minha vida.

Mas com o passar do tempo existia dias que eu não sabia quem era ela, estava diferente demais, ficava sonhando acordada e eu ali a imaginar oque era, e dizia nada, isso tudo começou depois que conheci um amigo do meu irmão, e fiz ele começar a andar com nós, saímos nos divertíamos, bebíamos juntos, festavamos, conversávamos sobre mulheres, fatos e atos que fizemos, dava conselhos pra ele, ms mal eu sabia que aquele desgraçado irai me trair um dia, comecei a perceber tudo quando ela começou a me beijar e me tratar diferente na presença dele, mas eu pensava não cara isso é só ciúmes, ela é sua namorada a dois anos porque ela faria isso com você, e ele é seu amigo pra caralho, não faria isso.

Mas mau eu sabia que as trocas de olhares, quando eles dançavam juntos, eu estava a perdendo, eu percebia mas não sabia oque fazer, ai começou tudo denovo as discuções bigras sem motivo sério, mau comportamento coisas do gênero, até que um dia saímos e ela aparentava estar descontente comigo, até a hora que ele chego, ela mudou totalmente seu jeito, só jogava a conversa pra ele responde, e eu ali feito um besta observando tudo, até que um uns dias depois ela me veio com uma conversa que queria um tempo que estava comfusa, ela me disse achava que tinha voltado comigo porque tinha medo de ficar sozinha com o nosso filho, mas na verdade ela estava amando outro, no ínicio desconfiava hoje descobri que tudo oque ela me falala não passava de mentiras, ou as vezes não mas segundo oque eu leio nas conversas que ela teve com ele foi isso sim os dois me enganaram, por um bom tempo, e eu me iludia, me humilhava, sacrificava, tudo por ela tudo para ela voltar pra mim, mas de nada adiantou, foi tudo em vão tudo que fiz não tive retorno nem carinho nem palavras e quando ditas foram da boca pra fora, falo isso com a certeza do estou dizendo então para ler isso não se inspire em tirar alguma idéia daqui porque vou logo avisando foi tudo em vão.

Digo isso porque nos dias de hoje eles estão namorando, e as vezes ela consegue me magoa mais ainda, um conselho pra quem ama alguém que não te ama, faça oque fizer nunca desista, não importa oque te digam que ela não te merece que você não deve correr atrás da pessoa, o que realmente importa é que ama a pessoa e mais nada, mas também não dedique toda sua vida a pessoa se ela não se importar mesmo com você, suma por um tempo, pra ver se você a esquece, se não adiantar, ai vai aracar com as conseqüências como eu, vai sofrer para o resto da vida, mas nunca vai deixar de ama-la.

Se não adiantar, ai vai aracar com as conseqüências como eu, vai sofrer para o resto da vida, mas nunca vai deixar de ama-la.

Escrito por: Wellington
Suas palavras são importantes – Envie sua história

email;eudersantosemocoes@hotmail.com


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: